quinta-feira, 4 de março de 2010

poesia bunitinha

Num dia desses
Pediram uma poesia
Poesia miudinha
(bunitinha!)
Que falasse de amor

Mas não sei falar amor
Aprendi a ouvir
E já até o vi
Bem longe
Em lábios de outrora


Versos se colhe cinza entre gravetos
E é tirania impor ao pai
Gravidez de amor

Um comentário:

  1. Conforme o combinado... falar de que? Amor... tentar filosofar e jamais conseguir, jamais ter uma resposta plausiva... quem sou eu pra dizer isso à você né?! Amor e suas tantas formas de amor, as vezes incompreensíveis, as vezes um grande afeto, as vezes uma falta, as vezes apenas um costume... é o amor, sentimento lindo, porém o mais complicado em se tratando de sentimento... amor de amigo, amor de pai, de namorado, amar por amar... e talvez jamais esquecer, ou um querer de esquecer mas, inevitável conseguir... chega... amo você amigo... e mesmo distante jamais vou te esquecer, beijos!!! Nayara

    ResponderExcluir