quarta-feira, 31 de março de 2010

um sonho de hoje

Ao mundo de Alice
Num sonho de hoje
(Água em vinho é pouco!)
Alice dedilha na fechadura e não passa porta adentro
Dois dedos ou a mão inteira
Também tenho mão e recursos mais
Não, não entre...

Eu, pequeno príncipe nada encantado
Faço deleite o que faz de pé
Em pernas morenas faço moradas de penas de ganso
Consubstanciado e sem rainha de copas
Vamos rumo a Santo Antônio de Goiás numa quinta qualquer

Nenhum comentário:

Postar um comentário