domingo, 4 de abril de 2010

Ouriço!

Ouriço!
Mas minha casca é fina, quebra facilmente

Não sei se era pirâmide
Ou Faraó ou Egito
O oriente é matéria que não sente dor

Daqui
Tenho pele e amor e sofrimento

Sou casca fina
Pó dilacerado se quiser

Seu sorriso vem irônico
Mesmo sabendo que do outro lado
Fora da pirâmide
Dentro da pirâmide
Há matéria que faz mortal se apaixonar

Nenhum comentário:

Postar um comentário