segunda-feira, 13 de setembro de 2010

negr'alma

mente vazia, filme mudo
aburdo, mente como telhado desabado
alma firme descapada

besouro como metamorfose humana
(mulher jubaleão!)

enquanto morro (umbando ri!)
soulidão soulitária
soul só zinhozinhozinho

-

poesia de chamas num cerrado de caos



bando que canta
que bota a casaca
amassa a terra
quebra o galho torto
intorta o caldo

vou só numbando qualquer

Nenhum comentário:

Postar um comentário