terça-feira, 17 de maio de 2011

poema atentado

afiado
penetrante


apenas um lápis
apontado para o papel

crianças de pedras nas mãos

corta
pro
funda
mente

explosão: lápis e papel

Nenhum comentário:

Postar um comentário