domingo, 26 de junho de 2011

Bassoura

- bassoura!
(seus pais nasceram gritando)

o que me conforta agora
são as crianças fazendo
da vassoura, um cavinho voador

- dia!
- dia!
- trás cá, bassoura quanto é?

e a saga continua...
a mãe, em casa, tecendo palhas-pães
enquanto o pai, de caminhar firme
juntamente com as crianças
pululando, gritando o hino baiano:

-bassoura
-bas sou ra
-bas   so  ra
-bas    so  ra
-bas     so    r
-bas       so   r
-bas         so
-bas           s



Nenhum comentário:

Postar um comentário