sábado, 23 de julho de 2011

nu-nada

É risco
de queda
de brilho
de tudo

É de Sade
o doce
amargo
nu-nada

Um comentário: