domingo, 10 de julho de 2011

Pulo ou não, merda!

Acordei num bilhete vencedor de milhões
(ganhei na mega sena!)
saí pelos corredores do albergue gritando:

-Ganhei, porra!

Depois de toda a burro-cracia da Caixa-Nada-Econômica
dinheiro na conta
não pude economizar tempo - fui ao shopping

O taxi parou do lado oposto à entrada principal
fui ganhando rua,
mas durante a travessia...
percebi que não tinha ninguém com quem comemorar
Era só! em minha própria alegria
(nenhum carro para me atropelar!)

Em bebidas e torresmos - torrava minha grana
minha gana estava somente nas putas que ainda não tinha comido
no vinho que não bebera
no absinto:


- só! não sinto minhas pernas...


Quando o dinheiro acabou voltei à vidinha-de-merda-de-sempre
Sozinho, sem grana e ainda sem ninguém para dividir absolutamente nada

...

Lá embaixo tudo permanece transparente
aqui, só! a dúvida:

Pulo ou não, merda!




Produção coletiva:

Eu e Cacau Cruz

2 comentários:

  1. Viva a nossa madrugada criativa! Como já disse: - Acho que ele deveria pular! A vida e tão mais divertida quando largamos o leme do barco...rz

    ResponderExcluir