segunda-feira, 22 de agosto de 2011

máxima pós-moderna

Tenho medo de não ter medo
medo de temer
medo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário