domingo, 4 de setembro de 2011

sonhos diurnos


Apagar...
O que já me derreteu a memória
Também torturou meus sonhos diurnos

- É fácil ficar quando a carniça não fede!
- É fácil pensar com a cabeça na rede!

Meu falar torto é pena de viagem
Vadiagem
Pro rio 
(ou à puta que pariu!)

Mas, se não entende o latido dos cães
Vai, ou não me venha mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário