quarta-feira, 7 de setembro de 2011

S.O.S


Quem pouco tem
carrega em si
um alto-falante abacaxi
cor-laranja-amor






É, ele, som ambulante
pungente,
azedo,
que geme a flor


Socorro é correr só
do próprio, do bicho, da vida a SÓS

- Marimbondo quebrantado de dor!

De manhã se faz ninguém
de noite confirma: eu já ferrei alguém

De Goiânia a Belém
são picadas de trem

(Espera, com essa rima
não sei se passo bem!)

Socorro!
é correr só
da rima, da métrica,
do próprio, do bicho, da vida a SÓS

4 comentários:

  1. So sem acento mais corro pra acompanhar o ritmo.

    ResponderExcluir
  2. "Socorro é correr só"! Nossa esse aí foi tão lindo que eu imprimi e coloquei na minha agenda! Aê mestre, vc sempre tem uma surpresa. Quria que o marimbondo não machucasse a flor, isso dói!

    ResponderExcluir