sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Conto sem fados

Um dia belo
belo como reza o senso comum
belo de ignorância
um belo conto de fadas

Hoje é dia de olvidar
a alienação é a arma perfeita para as almas vãs
hoje é dia de beleza
toda beldade é resumo de mim!

Hoje não é dia de duvidar
é só dia, dia de hoje!

Um comentário: