quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

canicidade


Quem me conhece como ninguém não me deve fazer só o bem!

Por que não me deixar ouvir o latido da cadela?
por que não posso cheirar o rabinho dela?

- Monstro dos monstros da caninidade, rogai pelo rabo perdido de outrora!

Nem o cheiro
nem o latido
podem tirar pedaços tão delicados?

(A.Q.M.C.C.N)

Nenhum comentário:

Postar um comentário