quinta-feira, 3 de maio de 2012

O silêncio dos deuses

Silenciar os mitos é respirar a cor do fracasso
do caos ordenar o vazio

Meu revestimento plástico é a cara viva
não da morte exatamente
é a cara, vida da morte
são os cabelos longos arrojados de alguém careca

- Ordem ao caos! - gritaram opacamente.

Os médicos criaram a cura
mas não havia doenças
os médicos particularizaram os sintomas
mas não havia cura

O caos reina na ordem do vazio
A ordem impera no contraste do caos

Nenhum comentário:

Postar um comentário