terça-feira, 3 de julho de 2012

(pode até ser pedra)

medo não é palavra de caminho 
porque embora torto
a frieza do asfalto rasga sempre um quê de não

peso juvenil


não sem o vazio
que já transborda


a percepção do nada
é o alvorecer do amanhã


transposição do rio Araguaia



a adolescência esconde um nome
(os nomes do pai)


e é no momento que os cabelos encostam no teto
que peso juvenil retoma seu lugar